J-K

Gajo denso. Ar pesado. Revoltado com o globo. Chateado com as modas.

No entanto, é fácil encontrá-lo com um sorriso parvo na cara, feliz sem saber bem porquê, sem pesos nos ombros, só a flutuar por aí.

J-K nasceu no Congo, cresceu na Sertã, viveu em Lisboa, morou no Porto e voltou a Lisboa. Não que isso tenha influenciado a sua música. Foram outros os poderes que açucaram a sua imaginação. Quando não está irritado com tudo ou contente com nada, distorce a vida, cria novos enredos para o dia a dia e novos finais para os guiões das conversas.

Existe em paralelo. De um lado, a fantasia. Do outro, aquilo que realmente existe. O que o confunde. 

E a única forma que conhece para organizar o cérebro é a música e o único método que lhe enche as medidas é o Hip-Hop.O J-K é um gajo casado com o cansaço e que tem uma amante no devaneio.  E nem vamos falar da sua Espada Gigante.

 

RELEASES

LINKS